BIOGRAFIA

O pianista carioca David Feldman nasceu em berço musical, com a família dedicada à música clássica e barroca. Começou a estudar  piano clássico aos quatro anos. Já naquela época enlouquecia a professora, pois nunca tocava exatamente o que estava escrito na pauta, dando seu toque pessoal à interpretação.

 

Aos dez anos, quando ouviu pela primeira vez Misterioso, de Thelonious Monk, David percebeu que o que fazia aos quatro anos tinha um nome: improviso.Ou seja, a alma do jazz. Foi então que descobriu que sua praia era mesmo a das ondas subversivas do jazz.

        

Em 2000, Feldman foi estudar na New School University, em Nova York, no Programa de Jazz e Música Contemporânea, onde se graduou em 2002. Em um curto espaço de tempo, tocou com figuras lendárias do jazz como Slide Hampton e Claudio Roditi; foi convidado da Mingus Big Band; trabalhou com Duduka da Fonseca, que foi indicado para o Grammy de 2003 e com jovens músicos brilhantes como Matt Garrison e Eli de Gibri.

Em 2009 lançou seu primeiro CD pela gravadora EMI intitulado “O Som do Beco das Garrafas”, incensado pela critica especializada, e com esse trabalho vem participando de importantes festivais de jazz no Brasil e no exterior. Desde então tem se apresentado em diversos festivais de jazz no Brasil e no exterior, já tendo se apresentado mais de quatro vezes no Festival Internacional de Punta del Este, onde na edição de 2014 teve o virtuoso clarintetista/saxofonista Paquito D’Rivera como convidado especial.

Em 2014, o pianista lançou seu segundo disco intitulado “piano”, que foi considerado pelos críticos Carlos Calado e Antônio Carlos Miguel como um dos dez melhores lançamentos fonográficos de 2014.

Em 2016, Feldman lança um novo disco de trio intitulado “Horizonte”, com André Vasconcellos no contrabaixo e Marcio Bahia na bateria, dessa vez enfatizando suas composições próprias. Nesse disco, David conta também com a participação especial do violonista e compositor Toninho Horta e do trombonista Raul de Souza.

David já trabalhou com a “nata” da MPB: Paulo Moura, Leo Gandelman, Leny Andrade, Leila Pinheiro, Carlinhos Brown, Jaques Morelembaum, Maria Rita, Bossa Cuca Nova, Ricardo Silveira, Wilson Simoninha, Totonho Villeroy, para citar alguns...

on/off